Qual melhor forma de se alimentar?

Olá Ser de Luz!

Como você está?

Nos últimos meses vejo muitas pessoas falando sobre alimentação. O tema agora está na moda e vejo que há muitas pessoas trazendo seus pontos de vista e outras dizendo que a escolha dela é a correta.

Existe a alimentação LOW CARB, VEGETARIANA, VEGANA, MEDITERRÂNEA, comer carne ou não comer carne, entre tantas outras formas de alimentação.

Mas afinal qual a alimentação correta?

Bom, eu não sou um especialista em alimentação muito menos em nutrição, mas gostaria de compartilhar com vocês um pequeno ponto de vista.

O primeiro passo é que cada indivíduo é único e possui em sua constituição e energia, características únicas. Isso significa que o que faz bem para você pode não fazer bem para mim e o contrário também é válido.

Por isso respeito todo e qualquer tipo de alimentação, desde que ele obedeça as suas características individuais.

Então o melhor e mais indicado a fazer é procurar um especialista que irá te orientar a ter a melhor alimentação para o seu tipo, para a sua biologia.

Mas Bruno, você escreve um artigo sobre alimentação e logo de cara já fala que não é especialista no assunto e nos indica procurar um médico? Então sobre o que é esse artigo?

Bom, neste artigo venho compartilhar um segredo que a Kabbalah traz sobre todo o processo da alimentação, que, não importa qual o tipo de alimento você está ingerindo (quero deixar aqui claro que sou a favor de uma alimentação que temos clareza da procedência dos produtos), mas sim o que está por trás de toda a cadeia da alimentação.

Como sabemos, tudo é energia, então na minha opinião, se você está se alimentando/ ingerindo algo para dentro do seu corpo, você está trazendo energia para alimentar a sua energia.

Agora você já parou para pensar em quantas energias contribuíram para que este alimento chegasse até você? Sejam estas energias em forma de seres humanos, máquinas, água, terra, ar, sol, adubo, nutrientes, combustível para o transporte, gás, lenha, carvão, temperos, embalagens, entre tantas outras energias que estão por trás de toda a cadeia e todo o processo para o alimento estar pronto para consumo no seu prato.

Quando paramos para pensar em toda essa cadeia, em todas essas energias nem conseguimos imaginar tudo que passou, que teve um percentual de responsabilidade neste processo. Isso porque nem comentei das pessoas responsáveis pela comunicação, precificação, mídia que te impulsionou à comprar determinado alimento ou marca, pessoas que trabalham nos mercados, feiras, caixas, entre tantas outras que se fosse falar aqui passaria por páginas e mesmo assim acredito que deixaria alguma energia de fora.

Bom, agora você começou a ter clareza de que o alimento ou a energia que ingerimos durante o dia para recarregar as nossas energias possui muito mais complexidade do que uma simples escolha de tipos de alimentos que você irá ingerir.

E é aqui que gostaria de falar com você sobre uma questão bem interessante. Ao termos esta clareza dos fatos sobre os alimentos, temos também que pensar que cada energia que contribuiu para que o alimento esteja agora no seu prato, pronto para ser ingerido por ti, contribuiu emanando energias para este alimento. Poxa, somos seres humanos e podemos acordar hoje em um dia ruim, termos uma discussão em casa, na rua ou no trabalho e, involuntariamente, podemos transmitir energias negativas para aquele alimento a qualquer momento.

Lembra do texto sobre consciência? A partir do momento que estou passando por uma situação de energias negativas, acabo, sem querer, involuntariamente, transmitindo estas energias para o alimento ou para algo que contribui para o desenvolvimento do alimento que você irá ingerir agora.

Mas Bruno, o que devo fazer então? Plantar e/ou criar meu próprio alimento?

É aqui que quero te mostrar que tudo está conectado, que mesmo sendo seres individuais, somos também parte de um todo maior, ligados pela consciência e energia.

Dentro da Kabbalah e, consequentemente do judaísmo, que como vocês sabem é a religião que mais se utiliza dos preceitos cabalísticos, existe a comida Kosher.

Ah Bruno, então você está dizendo que todos demos só consumir comida Kosher?

Não é isto que estou dizendo, quero te dizer que o mais importante do que decidir ou melhor, de ter uma orientação do tipo de alimento que você deve ingerir no seu dia a dia para ter uma vida mais saudável é ABENÇOAR as energias que contribuíram para que o alimento que você irá ingerir agora.

Ao ABENÇOAR este alimento e todas as energias que contribuíram para ele estar bem aí a sua frente, você está eliminando toda e qualquer energia negativa que possa, involuntariamente ou mesmo voluntariamente, ter sido emanada nele.

Neste momento você entra em unidade com todas as energias que contribuíram para este alimento chegar até você e em um sinal de gratidão, abençoa estas energias trazendo-lhes paz e amor.

Bom, espero ter contribuído para que você tenha uma alimentação mais saudável e adequada. Gostaria de que você implantasse estas dicas nas suas alimentações e mesmo quando estiver ingerindo água por pelo menos 66 dias. Então traga pra mim os efeitos que essa prática causaram na sua vida, em especial nas suas energias. Me diga se sentiu alguma diferença, algo novo acontecendo dentro e fora de você.

Fico por aqui. Volto logo com um novo texto.

Um forte abraço de LUZ! Bom apetite. Namastê!!!

Bruno Amiky Wurker

2 thoughts on “Qual melhor forma de se alimentar?”

  1. Muito bom Bruno! Além da energia vital…com a força da terra …tem a energia que impreguinamos ao preparar ou ao plantar ou até mesmo os não naturais…que tem todo um processo pra chegar a nossa mesa… Gratidão é o que torna o alimento melhor para ser consumido! Vejamos o sentimento de alguém que não tem o que comer e recebe uma comida doada para que não morra de fome! A gratidão impreguinado ali não pode fazer mal,mesmo que não seja a melhor comida do mundo,não é ? Minha visão!!!
    Muita grata

    1. Eni Telles querida. Gratidão pelas suas belas palavras. Sem dúvida o ato da caridade é uma bênção e então ambas as pessoas, tanto a que está oferecendo quanto a que está recebendo são abençoadas no momento da ação. Gratidão amada. Beijos de LUZ no seu coração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *