O que é o amor?

O amor é bem mais que uma simples atração ou que uma mera reação química entre duas pessoas.

O que faz as pessoas se “amarem”? 

2328866919_3106c34d6d_bA Kabbalah nos ensina que semelhanças causam atração (semelhante atrai semelhante). O maior erro a respeito do amor é dizer que os opostos se atraem. Uma verdadeira conexão entre duas mentes e dois espíritos é baseada em semelhanças. Pessoas que compartilham dos mesmos ideais, valores, interesses e têm objetivos em comum sentem uma afinidade. Têm um mesmo ponto de vista sobre a vida. Quanto mais similaridades, mais perto uma da outra as pessoas se sentirão num nível espiritual.

As sementes do verdadeiro amor se dão quando há afinidade. O que mantém uma relação não é quando o casal está de frente, olho no olho, dizendo “eu te amo”.  Isto é ótimo e importante, mas não mantém uma relação nem garante que ela seja permanente.

O que de fato sustenta a relação é quando o casal está lado a lado, olhando para um horizonte em comum.

O que você vibra é o que você atrai. Tudo é feito de energia, que contém átomos e consciência. Quando img_1531estamos em uma frequência de LUZ, atraímos LUZ para nossas vidas. Por isso você só irá atrair pessoas que tem a mesma vibração que você.

O amor incondicional.

Este, só pode ser entendido quando experimentado. Do contrário, o EGO o coloca no plano da utopia. Mas ao mesmo tempo, só podemos amar alguém incondicionalmente, quando nos amamos.

Se você ainda não conseguiu olhar para o espelho e dizer: “EU TE AMO!”, e sentir uma paz profunda, uma energia maravilhosa consigo mesmo, você com certeza não conseguirá amar o próximo.

Isso é o processo de cura. Você precisa se aceitar primeiro. Se amar incondicionalmente. Quando for capaz de fazer isso, será capaz de fazer com as outras pessoas. Olhe para todas as suas características e ame cada uma delas, mesmo aquelas que você considera não muito boas. E compreenda que cada aspecto seu é D’Eus, é a criação, em experiência nesse plano, nesta vida, neste mundo.

372959953_49fa0b1b67_bApós se olhar e se amar incondicionalmente, chegou a hora de você passar para o próximo passo. E para isto quero me juntar a você, nos comprometendo em uma experiência.

Perdoe alguém que lhe fez algo de ruim e pergunte-se por que você atraiu e necessitou dessa experiência na sua vida. Porém, para perdoar alguém, antes você deve aprender a perdoar a si mesmo.

Você é um mensageiro do AMOR e cada aspecto seu nada mais é do que isso. Você pode amar incondicionalmente.

Ah, mas Bruno, isso é praticamente impossível. Olhe o nosso entorno? Veja tudo que está ocorrendo no nosso planeta?

Só te digo uma coisa: Acredite! Séculos de programação na mente fizeram você acreditar que isso é impossível, que é utópico. Mas quando você SENTE que é uma substância divina, fica clara a sua capacidade infinita de amar. Ela está aí dentro, esperando o momento certo para ser abraçada por você.

Abrace-se. Aceite-se. Daí você estará, sem se dar conta, aceitando tudo e todos como parte de um plano amoroso de crescimento e iluminação. Você é capaz de amar incondicionalmente o seu/ sua parceiro(a) mesmo não tendo de estar ao lado dele, acompanhando o seu crescimento.

Seu/ sua parceiro(a) não é obrigado(a) a crescer no mesmo ritmo que você e nem de seguir as mesmas escolhas. Você não precisa também segui-lo(a). Podem estar separados no tempo e no espaço, que o amor incondicional fará com que essa separação deixe de ser real.

Na verdade, essa separação é ilusória, pois duas pessoas que se amam divinamente jamais estarão separadas, pois ambas são sua verdadeira essência em todo lugar e todo momento. São a perfeita realização da criação, compartilhando o que há de melhor em si.

Mas antes, pergunte-se: Você é capaz de se amar incondicionalmente?

Não estou falando de sacrificar-se pelos outros, pois isto não é amar a si mesmo.dog-trainer-silhouettes-sunset-38284

Agora vá e se ame, e descubra quem você é de verdade. Assim você irá arrancar todas as amarras que te bloqueiam de SER quem você realmente é.

E então, quando você se amar incondicionalmente aí você irá atrair alguém que também está alinhado com você e com as LEIS DIVINAS. E então você irá conhecer o Casamento Sagrado.

O Casamento Sagrado é um termo muito usado por milhares de anos nas cerimônias esotéricas, espiritualistas, mas que é pouco compreendido.

Pode significar a união entre um homem e uma mulher, mas também pode significar a unificação do masculino e do feminino dentro de si.

img_1337O casamento é entendido como um relacionamento no qual um parceiro é o reflexo do outro. Relacionar-se nada mais é do que enxergar-se nos outros.

No casamento sagrado, ambos os parceiros estimulam um ao outro para o crescimento e jamais julgam ou reclamam um do outro. Ambos são capazes de ver nos olhos do outro o reflexo do divino que há dentro de si.

Você já se viu no olhar do seu/sua parceiro(a) alguma vez? Tente! O Divino é revelado no outro para você. E assim você começa a enxergar uma imagem da divindade.

Porém, você não precisa ter um parceiro ou parceira para ter o casamento sagrado. No final, todas as parcerias são etapas intermediárias até que você realize a unificação entre seu aspecto masculino e seu aspecto feminino.

Este é o real casamento alquímico, a unificação e integração com o aspecto divino dentro de si. O verdadeiro AMOR INCONDICIONAL!

Um forte abraço de LUZ no coração de cada um!

Bruno Amiky Wurker

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *